A franquia Steins:Gate teve seu principal mangá da série lançado pela JBC em 2015 e já resenhamos o volume 1, o que esperar dos demais volumes que fecham a série?

Bem, relembrando alguns pontos do volume 01, o mesmo além de apresentar traços relativamente fracos e com defeitos não muito aceitáveis para uma série de Visual Novels e anime de sucesso e um ritmo meio arrastado (pra quem não viu o anime como eu). Não que a lentidão fosse algo monótono ao menos para mim, mas também não é um volume que deixe aquele “gosto de quero mais”. Mas paginas finais deram sinal de que um pouco de ação fossem ocorrer no volume 02. Se não fosse o fato de serem só três volumes, dificilmente continuaria a coleção.

De fato as coisas melhoram um pouco no volume 02, tirando os traços que continuam na mesma, apesar da capa ter melhorado muito e ser a minha favorita das três (e o que me fez inicialmente ter tido a vontade de colecionar a série). Depois de Okarin efetuar várias alterações na linha do tempo, a SERN começou a ficar no seu rastro, dando uma razoável sequencia de perseguição. Não espere nenhuma sequencia de pancadaria, mas ao menos o ritmo lerdo que ocorria menos deu uma atenuada. Com todas as perseguições e uma eventual traição de uma pessoa a Okarin, algo ocorre, alguém ligado a ele acaba sendo morto, deixando Okarin desesperado para  salva-la e fazendo com que ele procure por diversas linhas do tempo alguma em que essa pessoa não morra. Sem duvida o melhor e mais triste volume dos três.

No volume 03 as perseguições praticamente cessaram, os traços parecem ter melhorado um mínimo quase imperceptível e esse volume fecha a série de modo como a maioria esperaria. Alguns poderiam se questionar o quê faria o volume 03 ser menos pior que o volume 01, já que o 01 possuía muita explicação de teorias de viagem no tempo, o que no volume 03 não tem e também o fato da ação praticamente sumir de novo. O fato é que além do gancho do volume 02 de Okarin querer salvar a alguém importante, há dois fatos que deixam o volume 03 do ser mangá interessante. Um é que o Mad Cientista maluco acaba por sem querer sendo um “pegador” de três, sendo uma das três até previsível, mas a outra totalmente (ou quase) imprevisível. A outra é que para salvar a pessoa da qual Okarin está fazendo o impossível para isto, outra deve morrer, deixando na mão dele mais outra escolha complicada demais.

Steins;GateNo geral o mangá de Steins; Gate acabou me conquistando e talvez se eu lesse o primeiro volume novamente eu poderia ter uma posição mais positiva relativa ao mesmo. Não digo que é um mangá essencial pra ter na coleção, talvez mais pra quem é fã da série. Ao menos dizem sobre o anime que ele tem mais detalhes e é melhor do que o mangá que seria “corrido”. Como eu não vi o anime e achei o mangá meio lento, fico imaginando o que esperar do anime.