Eu nunca fui muito fã de seinens com historias pesadas, mas no meu inicio de colecionador de mangás a curiosidade sobre a serie Ataque dos Titãs me fez apreciar mangas do tipo.

Lançado bimestralmente pela Panini (o que faz meu bolso agradecer), Ataque dos Titãs é uma das poucas series que conseguem bater de frente com One Piece em número de vendas no Japão, mesmo sendo teóricamente de demografias Diferentes (sendo OP um Shonen, ou seja para um publico mais jovem). Com um excelente anime e um filme a caminho que parece promissor, Ataque dos Titãs (ATDT) mostra-se um fenômeno colossal, vindo de um mangá que pode enganar a primeira vista se não tivesse uma trama tão bem feita.

Alguns podem questionar porque considero Ataque dos Titans como Seinen e não com Shonen como é oficialmente definido. A questão de demografias é coisa dos japas. Assim como Nana é um Josei, mas é considerado o Shoujo mais vendido no mundo ou Red Garden que é Seinen mas tem características de Shoujo, assim é ATDT que tem características de roteiro, tema e estilo visual de Seinen e não exatamente de Shonen, mas enfim…

A humanidade está quase toda dizimada graças aos titãs, seres humanos gigantes que se tornaram inimigos naturais dos humanos normais, devorando-os sem necessidade, já que titãs não precisam comer. Os últimos humanos vivem dentro de muralhas construídas não se sabe como ou por quem, mas que os protegem e isolam do resto do mundo.

Alguns grupos armados com equipamentos especiais tentam caçar e descobrir mais sobre os titãs, mas muitos acabam mortos nestas expedições. Eren é um garoto que não se conformava com as pessoas que simplesmente se conformaram em viver preso as muralhas e não poder explorar o mundo exterior. Mas as pessoas se sentiam seguras devido aos muros serem três vezes maior que o maior titã já conhecido até o momento. Só que ao surgir um titã colossal, de 50 metros de altura, os muros foram destruídos e o titã colossal e os demais invadiram a cidade, levando a todos a pânico.

Eren teve de fugir obrigado, juntamente a seus amigos Mikasa – uma garota que estava sendo criada pela família de Eren – e Armin, um amigo de infância extremamente fraco e medroso, mas o mais inteligente dos três. Ao ver sua mãe devorada por um titã, Eren jurou entrar para o grupo de reconhecimento e exterminar todos os titãs.

Nesta resenha que vai do volume 01 ao 06, podemos ver a trajetória da vida de Eren e cia. Desde a infância difícil a entrada no exercito. Descobrimos como Eren está intimamente ligado aos titãs e que seu desaparecido pai tem literalmente a chave para a descoberta do que são os titãs.

O interessante também em ATDT é o fato de que por ser Seinen, não são usadas magicas ou superpoderes que surgiram inexplicavelmente. Os humanos possuem habilidades de võo usando equipamentos de pressão e cordas e seus treinamentos para võo são baseados em treinos reais (não exatamente de võo, não me recordo bem, mas já os vi em reportagens) e nos primeiros volumes, uma atitude de pai de Eren ao usar uma injeção em seu filho sugere que os titãs não são seres de outro mundo ou mágicos, mas sim criados de alguma forma pela ciência humana e que saiu de controle. Detalhes como esses tornam a história mais crível e com as personalidades das pessoas sendo mais próximas de pessoas reais e o drama psicológico deixam o mangá muito interessante (e muito mais seinen que shonen).

O que pode fazer alguns torcerem o nariz para a serie (em especifico a serie principal em mangá) e principalmente por quem ver a versão em anime primeiro é o fato de que os traços são HORRÍVEIS, mais especificamente nos personagens. É tudo com cara de rascunho. O pior é que pela capa de alguns dos volumes da pra ver que Ataque dos Titãsé tudo preguiça (ou mau gosto) de Hajime Isayama e nada melhora com o tempo; Claro que os traços não são horríveis como quando Togashi (Yu Yu Hakusho) fica com preguiça em Hunter x Hunter já que Togashi quando relaxa, deixa tudo rascunhado e em ATDT é só nos personagens. Já nos cenários os traços são finalizados e de bom detalhamento, meio que contrastando com traços de personagens tão feios. Ao menos a anatomia dos personagens estão corretas.

Por mais que seja feio, Ataque dos titãs tem uma trama densa e sombria muito boa que consegue deixar o leitor curioso pra saber o que vai acontecer.