Há mangás que chamam a atenção só por causa da capa ou de imagens promocionais, mesmo que não seja conhecida a sinopse. Foi o que aconteceu comigo com o mangá Red Garden anteriormente, mas bem antes a ele, uma serie que me chamou bastante a atenção com imagens promocionais dos personagens normais com Chibis armados nos ombros é a serie Tutor Hitman Reborn!

Reborn
Nesse review, falaremos dos volumes 01 ao 04. Reborn trata-se de um mangá inicialmente cômico, onde a máfia italiana decidiu enviar Reborn, um dos maiores Hitmans (Assassinos de aluguel) para transformar o jovem japones Tsunayoshi “Tsuna” Sawada no decimo sucessor da família mafiosa dos Vongola. O problema é que Tsuna é um fracassado, um garoto sem auto-estima e que já está acostumado as zoações do pessoal da escola e de ser considerado o “Tsunadinha-de-nada” e que sua única razão para continuar indo a escola é poder ver a Kyoko Sasagawa, sua paixão. Sua vida que já não era fácil começou a se complicar ainda mais quando Reborn aparece em sua vida e apesar dele ser um bebê, não dá moleza para Tsuna e começa o seu treinamento matando Tsuna com um tiro na testa, porém a bala utilizada é uma Shinu Ki Dan, que faz com que Tsuna renasça caso ele tenha algum arrependimento e se o tiver, terá a disposição de por 5 minutos realizar aquilo que não fez por arrependimento e ganhar força sobre-humana, sendo um dos aspectos necessários para ser um sucessor da família Vongola. O problema é que ao renascer, Tsuna (ou qualquer outro que levar o tiro) renasce só com as roupas de baixo, gerando ai muita confusão.
Reborn

A primeiras impressões que os volumes analisados seria que o mangá se trate do tipo comédia pura, como um K-ON! na vida com uma história rasa onde a comedia seria o destaque. Isso é certo nos volumes iniciais onde o propósito é apresentar os personagens e os potenciais que Tsuna e demais companheiros e outros Hitmans irão apresentar. Mas depois de um bom número de volumes Reborne capitulos que são apresentados arcos com alguma profundidade. Até lá, as historias são mais simples e sem noção, o que pode ser suficiente para ou apreciar a obra, ou desistir caso pura comedia não seja a sua praia, o que é um desperdício, pois a serie é bacana.

Sobre os traços de Reborn, eles são bem simples. Claro que são acima da media de um traço amador, mas a beleza dos traços são mais notórias nas capas e não no mangá em sí. Mas não chega a ser um problema devido ao estilo cômico de Reborn.

Tutor Hitman Reborn! é um mangá recomendado para fãs de Magi, Ageha qualquer mangá com boas doses de comédia.